HP Torna alla Home PageFG

** ALGUÉM **

 

 


Alguém me disse que existe vida após a vida,

pode ser que sim, pode ser que não.

Se existe a vida após a vida, então existe vida antes da vida;

pode ser que sim, pode ser que não.

Alguém me disse também que não existe a vida após a vida,

provável que seja assim também.

O que define a vida?

Sentimentos e emoções, Fatos e ações, Células e organismos biológicos, e o espírito existe na vida ?

O dia e a noite, o passar do tempo, o movimento dos corpos celestes?

O nosso existir em vida terrena é uma condição de vida ou um fato ligado á uma existência eterna?

São tantas as definições que podemos dar, inventar, criar ou copiar e extrapolar.

Viver significa o que exatamente?

Estar morto o que pode significar?

São dois estados que não se separam, um não existe sem o outro.

Como a Luz e a Escuridão.

Se não houvesse vida então não haveria morte e vice-versa em uma realidade descontínua;

mas em uma realidade de continuidade, eterna e infinita então a morte é uma fato temporal, assim como a vida ligada à este fato. Cada vida tem a sua morte.

Então ambas as afirmações podem ter a sua lógica e estarem certas.

Existe vida após a vida, passando de uma realidade à outra.

E cada uma dessas realidades encerra em si verdades, leis e normas que se diferenciam profundamente.

Falar de uma realidade estando inserido em outra é tarefa para quem quer explicar o que não pode ser explicado e com toda probabilidade irá cometer erros de avaliação objetivos.

O Ser Humano tem essa capacidade, mas como se pode ver, nessa vida não existem muitas pessoas que concordam a respeito.

O que leva as pessoas a discordarem é fruto de experiências pessoais, tradições sociais e familiares, situação moral e psicológica, e porque não de uma determinada situação sócio-econômica.

Em cada um de nós está latente o medo do desconhecido, esse medo que nos leva a acreditar, aceitar, desenvolver a fé, atribuir fatos ao desconhecido, confiar nesse desconhecido, para poder contar com esse desconhecido, dar suporte ao medo e assim como à razão da própria existência.

Somos apenas seres, pequenos e ignorantes, que vivemos em um planeta pequeno e insignificante, inserido em um minúsculo sistema de planetas e luas, que faz de uma pequena quantidade de estrelas que compõe uma insignificante galáxia, inserida em um pequeno braço de um sistema estrelar que chamamos Via Láctea, que se encontra em algum ponto em meio a outras galáxias, que estão viajando em direção de Vega, um outro sistema, que se encontra não muito longe, mas que está perdido em um imenso e infinito Universo composto de milhões de bilhões de outras galáxias, compostas por sistemas solares muito maiores e outros menores que o nosso, que abrigam milhares e milhares de bilhões, trilhões de planetas e seres, pequenos e ignorantes, que se batem, brigam, fazem guerras, escrevem livros, discursos, continuando a se perguntar, como nós:

Existe Vida após a Vida?

E daí?

21/08/2005


 

---------------------------------------



G.Fusini, Bergamo, gennaio'07